Aqueles que nos tornam particulares!

Número total de visualizações de página

28/04/2011

As vítimas da crise económica.

As vítimas da crise?
As crianças...
Aliás, de qualquer crise...

Não esqueço a postura de uma criança que, ontem, chorava compulsivamente frente aos seus novos colegas de turma.

Podia ser eu... Não era. Mas já fui.

25/04/2011

Fátima...

Três percursos que seguem um só caminho…

Que motivos agitam as pessoas a consagrar um sacrifício?
Quantos sonhos, tristezas, angústias, esperanças?
O caminho é extenso e difícil.
É feito entre lembranças, risos, choros, abraços.
De madrugada sagram-se os mais nobres intentos, pelos Outros, por nós.

O nascer do sol solta os sons da natureza que nos cortejam para um dia diferente!
As horas sucedem, os pés e o corpo lamentam-se.
As paragens nas sombras das árvores fortificam-nos a vontade de continuar.
Trocam-se mais uns sorrisos e votos de alento.

Segue a caminhada…

Para onde rumamos?
Para junto do local onde Ela apareceu.
Só Ela nos alimenta esta fome de fé.
Sinto-me saciada. Tenho fé.

Como?
É só preciso experimentar uma vez, para compreender esta mística peregrina.

07/04/2011

Esgar.

Sem querer dei por mim numa luta incessante procurando o caminho do conforto interior.
Esgar!

Olho-me ao espelho e, a maior parte das vezes, não reconheço o perfil daquela que ali está.
Choro, vezes sem conta, aliviando desta forma a carga que luta contra os sorrisos de(a) circunstância...
Porquê? Por que é que choro? Por que é que me sinto assim?
A resposta é una - por causa dos outros. Os outros que desrespeitam os sentimentos de quem é esforçado...

Esforço-me por estar.
Esgar.

Estar ou não estar. Chorar ou não chorar. Enfim, tudo vai colidir numa só esquina: a dúvida!
A lua pode estar à minha espera, ou não. A noite, essa sim, espera por mim para me compartilhar os sonhos que de outrora traziam sorrisos com som. Só a noite testemunha o ESGAR feio, triste e decepcionado que trago em mim.

Seguidores