Aqueles que nos tornam particulares!

Número total de visualizações de página

29/11/2012

Desabafo sobre um olhar...que não olhava para mim...

Ensinai as crianças
e não precisais de castigar os adultos.

Esta era uma frase que eu ouvia, vezes sem conta, da boca de um tio qu'eu adorava!

Hoje, munida desse espírito, condoeu-me o coração na presença de um acto sem sentido imediato.
Não poderei ser objetiva, pois desconheço os contornos que legitimaram umas lágrimas.
Na presença dessas lágrimas, transpus o tempo, levando-me a pensar: o que terá esta criança em casa? Carinho? Comidinha na mesa junto da sua família de sete cadeiras? 
Olhei para os seus pés...e, na dança que fazia causada pelos nervos, pensei o chão que o acolhe é demasiado inseguro.

A Escola ensina. A escola  oferece conselhos. A escola educa. 
Venturosos os que os ouvem!


16/11/2012

Mãe, olha!


Esta foi uma forma simpática de mostrar a vaidade em ver premiado o esforço do estudo! Fiquei feliz, aliás, muito feliz com a "chamada de atenção"!

Seguidores